ISRAEL VS PALESTINA QUEM TEM RAZÃO?

13/07/2014 20:00

O conflito entre palestinos e israelenses sempre chamou a atenção do mundo, pois é um confronto sangrento, com as imagens de civis, principalmente de crianças, sendo mortas e fugindo em meio a destroços. Outro fator que se destaca, é o tempo. Já se arrasta há muitas décadas, desde 1948, com a criação do Estado de Israel, pela ONU, devido ao holocausto e a diáspora, que obrigou o povo judeu a se espalhar pelo mundo. Mas é na história, que vamos procurar compreender o porque de tantas mortes.

Em julho de 1948, UM DIA depois da saída das tropas britânicas que ocupavam a região e da proclamação do Estado de Israel, teve início, por PARTE dos ÁRABES, um conflito entre árabes e judeus. Tropas militares do EGITO, SÍRIA, LIBANO, IRAQUE e JORDÂNIA atacaram Israel. Ou seja, CINCO países contra um. O Estado judeu, criado com 14 mil quilômetros quadrados, já o Estado palestino tinha 11,5 mil quilômetros quadrados, tiveram seus tamanhos alterados, pois Israel VENCEU cinco países que se levantaram contra ele, e aumentou em 40% seu território. Não foi Israel que iniciou o conflito, mas se defendeu e empurrou os exércitos invasores para fronteiras além das estabelecidas anteriormente pela ONU.

Em 1956, o Egito nacionalizou o Canal de Suez, cujas ações pertenciam a britânicos e franceses. Como resposta, tropas da Inglaterra, França e Israel ocuparam o país. Durante o conflito, o Egito bloqueou o Estreito de Tiran, que liga o Mar Vermelho ao Golfo de Acaba, onde está o porto israelense de Elat. Com a derrota egípcia, tropas da ONU passaram a vigiar o Estreito de Tiran, já em 1957. Dez anos depois, em 1967, o Egito conseguiu que a ONU retirasse suas tropas. Em seguida, o Egito NOVAMENTE fechou o Estreito de Tiran, e consequentemente o Golfo de Acaba a embarcações israelenses. Israel deu uma resposta imediata: em poucas horas sua aviação destruiu 400 aviões pousados nos aeroportos do Egito, Jordânia e Síria.

Ao mesmo tempo, suas forças terrestres invadiram a Península do Sinai, no Egito, ocuparam Jerusalém e expulsaram os jordanianos da parte oriental da cidade. Israel ainda ocupou às Colinas de Golan, na Síria, e a faixa de Gaza. Tudo em apenas seis dias. Após esses conflitos, Israel saiu de 14 mil quilômetros para 89.400 quilômetros quadrados. Mas o Egito não perdeu a vontade de atingir Israel. Em 1973, no Dia do Perdão, em Israel, tropas militares egípcias e sírias atacaram forças israelenses, na tentativa de reconquistar as colinas de Golan, e as egípcias, após cruzarem o Canal de Suez, tentavam reconquistar a Península do Sinai. Mais uma vez Israel VENCEU os inimigos e os territórios continuaram ocupados.

Essa é o núcleo da história que envolve essa eterna guerra entre Israel e seus vizinhos. Que fique bem claro: Israel, em todas as vezes, foi atacado e no conflito aumentou suas fronteiras. Se eu chamo alguém pra luta, eu tenho que assumir a consequência do resultado final. Se tivessem vencido Israel, é o caso de se perguntar, teriam devolvido os territórios tomados dos judeus? Então, quando você olhar nas mídias acusações contra Israel por causa desses conflitos, agora saberá discernir que tudo foi culpa dos árabes, que lá atrás não souberam, primeiramente, respeitar as fronteiras estabelecidas pela ONU, e sempre atacaram Israel covardemente.

Por: Clifrthon Lucas

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!