DILMA DISCURSA EM CONVENÇÃO DO PMDB E DIZ QUE PARCERIA COM PARTIDO TERÁ "UMA LONGA VIDA"

03/03/2013 08:50

 

Em discurso na Convenção Nacional do PMDB neste sábado (2) em Brasília, a presidente da República Dilma Rousseff comemorou a união com o PMDB e afirmou que a aliança do PT com o partido terá "uma longa vida". "É uma honra vir aqui na convenção do PMDB. Queria dirigir um cumprimento a meu grande parceiro, Michel Temer", afirmou Dilma ao iniciar o discurso. "É uma honra participar da convenção do partido que é o maior parceiro do meu governo. [Essa] parceria é sólida, produtiva e que, sem duvida, terá uma longa vida", declarou a presidente.

Dilma disse que PT e PMDB são os partidos mais queridos do Brasil e relembrou a construção da aliança com o partido, em 2010. "O PMDB e o PT naquele dia, se uniam, numa grande frente pelo Brasil", declarou Dilma. "Nossas lutas não começavam naquele momento. Aquelas lutas vinham da resistência democrática, onde nós forjamos o combate à opressão, onde forjamos um compromisso forte com a liberdade".

"Naquele dia, eu homenageei Ulysses Guimarães como homenageio hoje", relembrou a presidente.

A presidente foi saudada calorosamente pelos militantes peemedebistas. "O símbolo do PMDB é uma chama. Essa chama revela a anima, no sentido de alma, do partido", disse Michel Temer à presidente. No entanto, Dilma não recebida apenas com aplausos. "Ô presidenta, 2014 é Pezão governador", gritaram os militantes, em referência à disputa entre o senador Lindbgerh Farias (PT) e o atual vice-governador fluminense, Luiz Fernando Pezão, pelo posto de candidato da coalizão entre PT e PMDB.

Com a presença na convenção, a presidente encerra uma semana de agrados aos peemedebistas. Na quarta-feira (27), Dilma se reuniu com o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) e, à noite, foi a jantar oferecido por Temer em homenagem ao ex-presidente do Senado José Sarney (AP). Na quinta-feira (28), também se reuniu com o vice-presidente no Palácio do Planalto e nesta sexta (1) foi ao Rio de Janeiro, onde inaugura hospital com o prefeito Eduardo Paes e o governador Sérgio Cabral, ambos do PMDB. A presidente foi à inauguração de um novo museu no Rio e até dançou ao lado do governador fluminense.

O comparecimento à convenção nacional do PMDB foi a segunda participação de Dilma em um evento partidário em pouco mais de dez dias.

No último dia 20 de fevereiro, a presidente foi a São Paulo participar da festa de dez anos do PT no governo federal. No evento, foi informalmente lançada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à reeleição.

Presidente nacional do PT, Rui Falcão representou Lula no evento do PMDB

No evento peemedebista, o presidente do PT, Rui Falcão, leu uma mensagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo a organização do evento, cerca de 1.600 pessoas estão presentes à convenção.

Antes de Dilma, falaram as principais lideranças do PMDB, como o presidente do partido Michel Temer, o presidente em exercício da legenda, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), o governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, e os presidentes da Câmara e do Senado, Henrique Eduardo Alves e Renan Calheiros.

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!